fbpx

Tendências para o empreendedorismo em educação

Cursos profissionalizantes são destaque no segmento de franquia, no ramo de educação, e a bola da vez é o forte movimento de interiorização do franchising

Segundo estudo recente, publicado pela ABF – Associação Brasileira de Franchising, somente o Estado de São Paulo faturou mais de R$ 65 bilhões em 2017, um crescimento de 10,6% na comparação com o ano anterior. Já, em termos de expansão de unidades de franquias, o crescimento chegou a 6%. A cidade que registrou maior crescimento em número de unidades franqueadas foi Presidente Prudente, com 237 unidades em operação e uma variação de 13% no período analisado. O município possui uma população estimada em mais de 227 mil habitantes (IBGE 2018) e renda per capita superior a R$30 mil (dados de 2015). Em segundo lugar destacam-se São José do Rio Preto e Jundiaí, ambas com 12% de crescimento. Piracicaba, Mogi das Cruzes e Taubaté ocupam a terceira posição, com variação de 11%. Ainda na casa de dois dígitos de crescimento, destacam-se em quarto lugar a cidade de Santos, uma das principais do litoral paulista, e Indaiatuba, com 10%.

Segundo a gerente de inteligência de mercado da ABF, Vanessa Bretas, o avanço da abertura de novos negócios em franquia no Estado é proporcional às populações das mesorregiões analisadas. “Isso mostra que as marcas estão indo cada vez mais ao encontro dos consumidores”, afirma.

Segmentos com alta lucratividade

Uma das tendências para 2019 é a consolidação do empreendedorismo ligado a franquias de educação. Não só pela busca por tecnologia embarcada na educação básica, mas cada vez mais o mercado dita normas para a capacitação de um contingente de profissionais que precisam se diferenciar no concorrido mercado de trabalho. Além da necessidade crescente pela excelência por parte, também das empresas que precisam se destacar com serviços embasados na alta performance de suas equipes. É o que mostram os dados da Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento – ABTD. A carga horária destinada para capacitação de profissionais no Brasil aumentou de 16,6 horas por funcionário, em 2015, e passou a ser de 18 horas em 2018. O investimento das empresas somou um valor correspondente a 10% sobre o faturamento e 3% da folha de pagamento anual investido em T&D.

“Não temos a intenção de ser a maior rede de franquias no segmento de ensino profissionalizante, mas, com certeza, somos a melhor na qualidade de ensino e nos procedimentos que dão suporte aos nossos franqueados”, garante Décio Marchi Júnior, sócio e franqueador da Via Certa.

Os números de crescimento da rede de ensino profissionalizante Via Certa comprovam essa tendência do mercado. Em 2012, com o objetivo de proporcionar crescimento e atualização profissional para um maior número de pessoas, três sócios, com mais de 20 anos de experiência no ramo de educação profissionalizante, fundaram uma única escola em Birigui (SP), que atendia 200 alunos. Em menos de seis anos de atuação, a rede oferece, atualmente, mais de 30 opções de cursos nas áreas de Administração e Negócios, Indústria e Energia, Informática, Inglês, Preparatório, Saúde, Beleza e Estética. Além de estar presente em diversas cidades do País. “Não temos a intenção de ser a maior rede de franquias no segmento de ensino profissionalizante, mas, com certeza, somos a melhor na qualidade de ensino e nos procedimentos que dão suporte aos nossos franqueados”, garante Décio Marchi Júnior, sócio e franqueador da Via Certa.

Com cerca de 20 unidades, o crescimento da rede foi de 600% em quatro anos. O faturamento da marca cresceu mais de 650% e,  em 2018, o número de alunos atendidos chegou a 8.500.

Alta lucratividade e suporte

Fábio Babeto e Luís Fernando Sposo decidiram abrir seu próprio negócio há três anos como franqueados Via Certa na cidade de Penápolis e já ampliaram seu empreendimento com uma segunda unidade na cidade de Lins. Segundo eles, o suporte dado pela franqueadora é fundamental para o sucesso do negócio. “Desde a escolha do local ideal para abertura da escola, até o suporte na manutenção administrativa e pedagógica que a rede mantém. Essa segurança é fundamental e determinante para o sucesso da operação. E foi um dos fatores que nos impulsionou a abrir a segunda unidade há um ano”, revelam.

Com investimento a partir de R$124 mil, valor que contempla taxa de franquia, capital de giro inicial, investimentos iniciais com instalação e marketing, a operação oferece alta lucratividade e um retorno financeiro do investimento em até 18 meses.

Escolha seu novo negócio fazendo uma pesquisa criteriosa, conheça mais sobre a franquia VIA CERTA.


A Revista Franquia preparou para você um E-Book especial destacando a Via Certa no segmento de cursos profissionalizantes. Confira!

E-Book Via Caerta Revista Franquia

Um comentário em “Tendências para o empreendedorismo em educação

  • 29/01/2019 em 09:53
    Permalink

    PARABÉNS VIA CERTA e seus parceiros de negócios!! Eu tenho acompanhado as franquias educacionais e com as novas possibilidades de expansão da economia estas franquias multiplicam seus potenciais de negócios, está aí uma extraordinária oportunidade de negócios aos empreendedores! Ainda mais se considerarmos que muitas franquias tiveram êxito com a economia parada nos últimos 5 anos, tal como a VIA CERTA que cresceu 600% , entre outras tal como a Franquia SUPERA que cresceu 1000%. Desejos de sucesso contínuo!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *