fbpx

Empreendedorismo e gestão

Tão importante quanto dar o primeiro passo em direção ao novo negócio é seguir pelo caminho certo trilhando um plano de ação estruturado para alcançar o sucesso

Muitos empreendedores ‘de primeira viagem’ cuja vivência vem da vida corporativa, ou de outros segmentos, sofrem com a falta de conhecimento nas áreas administrativas e não conseguem seguir uma agenda positiva no quesito gestão estratégica ou plano de negócio sustentável. Esse é um dos grandes diferenciais que levam novos empresários a ingressarem em uma rede de franquia ao invés de investirem em um negócio novo.

Apoio ao franqueado

O apoio contínuo oferecido pelo franqueador é um dos termômetros da seriedade de uma rede de franquias. E,também, o retrato da satisfação dos franqueados que operam nela.

Com mais de 40 anos de experiência no segmento, o CNA é uma das maiores redes de franquias de idiomas do país, e é referência no mercado quando o assunto é a confiança de seus franqueados. Segundo levantamento realizado pela ABF (Associação Brasileira de Franchising), 100% dos seus franqueados indicaria a marca para um amigo e/ou familiar abrir um novo negócio. Esse resultado está diretamente ligado ao apoio que a rede oferece aos novos franqueados, e ao acompanhamento contínuo que mantém, ao longo dessa operação. Assim, o resultado se mede na ponta, com os números da rede.

Case de sucesso

É o caso de José Gabriel Oliveira e Mariel Nepomucena, franqueados da unidade CNA de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, que quadriplicaram o faturamento de sua unidade e viraram case de gestão estratégica.

Baseados nas estratégias recomendadas pelo franqueador e focados em seu propósito fundamentaram seu crescimento em quatro pilares: equipe, atendimento diferenciado, integração e inovação.

Segundo os empresários, “estruturar uma equipe comercial e outra pedagógica foi à primeira ação tomada. Cada time passou a focar em seus objetivos. Seguimos a estratégia recomendada pelo franqueador e implantamos um atendimento integrado, assim todo candidato que chega à escola para obter informações passa pelo atendimento inicial na recepção, segue para nosso consultor comercial, faz um tour pela escola e finaliza o atendimento coma equipe pedagógica. O mesmo acontece quando fazemos uma ação comercial fora da escola, sempre levamos um professor, ou coordenador pedagógico nessas visitas. Uma forma de integrar as equipes e mostrar mais confiança aos nossos clientes”, concluem.

Inovação

Outro ponto que impactou no sucesso da franquia de José Gabriel e Mariel, foi o investimento em inovação. A rede implantou um novo padrão arquitetônico das escolas CNA, que se diferencia dos concorrentes.Acreditando nesse modelo, os franqueados aderiram à inovação, “antes éramos parecidos com as outras marcas, agora a escola também se destaca na estrutura física e é diferente de tudo o que o mercado oferece”, aprovam.

Interiorização

Referência na forma de praticar o franchising, e com aprovação total entre suas quase 600 escolas, a rede CNA atende 400 mil alunos em todo o território nacional. A boa notícia é que, de acordo com o mapeamento recente,ainda existem 1.244 praças no Brasil com potencial para abertura de novas escolas de idiomas. Além dos grandes centros, o estudo identificou que no interior há um potencial de mercado muito grande para ser explorado. E o investimento cabe em todos os bolsos, parte de R$50 mil, para o modelo tamanho P ‘studio’ com capacidade de atender até 100 alunos, e vai até o modelo tamanho G, que pode variar entre R$ 250 mil e R$ 350 mil, e capacidade para mais de 550 alunos.

SAIBA MAIS