fbpx

Mercado brasileiro de microfranquias cresce 8% e se mantém como tendência

De acordo com as projeções da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o faturamento total do setor de franquias deve crescer entre 8 e 10% até o final do ano. Em relação ao número de novas unidades inauguradas, esse
aumento deve ser entre 5 a 6%. Ainda com o balanço da ABF, franquias que
atuam no mercado de saúde, beleza e bem-estar ganharam importância junto ao mercado consumidor devido a fatores como o aumento da longevidade da população e a crescente preocupação com saúde e bem-estar, em diferentes faixas etárias. Nos anos anteriores, já havia uma tendência de crescimento devido a esses mesmos aspectos.
O mercado das microfranquias, que têm a classificação como negócios até R$90 mil, mas, na prática englobam investimentos em torno de R$60 mil,
tem consolidado novos negócios de sucesso e garantido resultados positivos
em diversos segmentos.

Saúde e bem-estar
A rede Home Angels – Cuidadores de Pessoas, é um exemplo. O mercado
de serviços para a terceira idade está em alta. A rede é uma das três marcas
do Grupo Zaiom, pioneiros e precursores em modelos de negócio de baixo
investimento e alta rentabilidade. Introduziram no Brasil o conceito das microfranquias e são detentores, também, das redes Dr. Faz Tudo, Dr. Jardim. Para investir em uma microfranquia do Grupo o investimento parte de R$25 mil, o que já inclui a taxa de franquia.


Serviços educacionais
Outro segmento que se mantém com números positivos é o da educação.
A rede Tutores Educação Multidisciplinar é a primeira franquia brasileira
de educação complementar voltada para o reforço escolar multidisciplinar.
O segmento de serviços educacionais, segundo a ABF, faturou no primeiro
trimestre de 2019 R$2,839 bilhões, teve um crescimento em torno de 8,1%
em relação ao mesmo período do ano anterior, e um aumento no número de unidades franqueadas em torno de 7%.
O investimento inicial em uma unidade Tutores é a partir de R$15 mil,
dependendo do número de habitantes da região. O faturamento médio é em
torno de R$30 mil mensais com uma
lucratividade média é de 20%.