fbpx

Estudo da ABF aponta 30 cidades no Brasil com maior crescimento em unidades e redes

·         Cuiabá, capital do Mato Grosso, foi a cidade com maior variação em número de unidades no período pesquisado. E Teresina, capital do Piauí, também se destacou entre as capitais, subindo 3 posições no ranking

·         7 municípios subiram posições na lista dos 30 maiores em número de operações de franquias entre o 1º semestre de 2019 e o mesmo período do ano passado; 4 deles não são capitais: Guarulhos, São Bernardo do Campo e Santo André, na Grande São Paulo, e São José do Rio Preto, interior do Estado

·         Na lista das cidades que mais cresceram em número de marcas, Londrina (PR) e Santos (SP) estreiam no grupo das Top 30

·         Campinas (SP) se mantém como única não capital no grupo das Top 10 com maior número de redes e unidades

 Há um movimento mais intenso de expansão das redes de franquias para o interior – a chamada interiorização –, fora do eixo Rio – São Paulo e, dentro dele, observa-se também um crescimento considerável das marcas nas regiões metropolitanas. É o que revela o estudo divulgado pela ABF – Associação Brasileira de Franchising sobre os 30 municípios que registraram maior número de unidades e redes no 1º semestre deste ano em relação a igual período de 2018. A entidade avaliou também as cidades que tiveram maior crescimento dentre essas 30 em número de operações e marcas.

De acordo com o levantamento, Cuiabá, capital do Mato Grosso, foi a cidade que mais cresceu em unidades, saltando do 29º para o 1º lugar no ranking dos 30 municípios com maior variação nesse quesito, registrando 20% de crescimento, maior porcentual no grupo pesquisado. O levantamento indica que os segmentos que registraram maior variação em Cuiabá no período foram: Limpeza e Conservação (44%), Moda (40%), Comunicação, Informática e Eletrônicos (40%).

O município da Região Centro-Oeste subiu 4 posições no quadro geral de unidades, passando de 534 para 642 operações abertas. Segundo o IBGE, a capital mato-grossense tem uma população estimada em mais de 600 mil habitantes e registrou um PIB per capita de R$ 37.930 em 2016, 24% a mais do que a média nacional.

Uma das razões que projetaram Cuiabá entre as 30 maiores em unidades de franquias foi a abertura de shopping centers na cidade. Os segmentos que representaram 77% do aumento do número de operações na capital mato-grossense nos semestres analisados foram:  Moda, que cresceu 40%, Alimentação (12,8%), Serviços e Outros Negócios (37%) e Saúde Beleza e Bem-Estar (14%).

De acordo com André Friedheim, presidente da ABF, “o estudo comprova o aumento da capilaridade das redes de franquias em todas as regiões do Brasil. Além da vocação natural das marcas por expandir, há uma conjunção de fatores que estimulam a ampliação dessa capilaridade, entre eles eu destaco: as redes buscam novos mercados internos também como estratégia para manter sua rentabilidade; para explorar melhor o nosso país, que tem dimensões continentais, e pelo fato de que há uma demanda por produtos e serviços de marcas conhecidas por todo o País”.

O levantamento mostra também que no ranking dos 30 maiores municípios em unidades, 36,7% deles não são capitais. Entre eles, os que subiram de posição nesse quesito foram: na Grande São Paulo: Guarulhos, de 15º para 14º lugar; São Bernardo do Campo, de 17º para 16º; e Santo André, de 19º para 18º. O quarto município em destaque foi São José do Rio Preto, no interior do Estado, da 24ª para a 22ª posição.

Teresina, no Piauí, foi, além de Cuiabá, a única capital que subiu de posição no ranking das 30 maiores cidades em operações de franquias. A capital piauiense, na Região Nordeste, avançou 3 posições, do 27º para o 24º lugar. Já na lista das cidades com maior variação nesse item, Teresina subiu ainda mais, saltando da 27ª para a 6ª colocação. Os segmentos que responderam por 61% da variação positiva da capital nordestina em unidades foram: Comunicação, Informática e Eletrônicos (138%), Serviços e Outros Negócios (33%), Limpeza e Conservação (15%) e Moda (12%).

Já as cidades que, além de Cuiabá, apresentaram maior variação em unidades no período analisado foram: Santo André (17%) e Sorocaba (14%), no estado de São Paulo; Londrina (13%), no Paraná; e São José do Rio Preto, SP (13%).

As capitais do Nordeste de maior destaque em número de unidades foram, respectivamente, Salvador (BA), em 6º lugar, Fortaleza (CE), 9º, e Recife (PE), em 10º.

Redes

O estudo mostra que dentre os 30 municípios brasileiros com maior número de marcas de franquias presentes, 17 são capitais (56,7%) e dentre estas, 33% são das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Porém, duas cidades, não capitais, estrearam no ranking das Top 30 nesse quesito: Londrina, no interior do Paraná, e Santos, no litoral paulista.

Ainda de acordo com o levantamento, as cidades com maior crescimento em número de marcas no primeiro semestre de 2019 não são capitais: foram os municípios de Guarulhos (SP) e Londrina (PR).

Para Marcelo Maia, diretor executivo da ABF, “os dados reafirmam a força do franchising e que há um enorme mercado a ser explorado pelas redes de franquias Brasil afora, com novos modelos de negócios, adaptados regionalmente, inclusive, e para todo perfil de investidor”.

A maior variação registrada entre as cidades em número de marcas em operação nos semestres pesquisados foram: Guarulhos (SP), Londrina e a capital paranaense CuritibaSão Paulo, capital e, por fim, Goiânia, capital do estado de Goiás.

Já 5 capitais fora do eixo Sul – Sudeste apareceram nas 10 primeiras colocações no primeiro semestre deste ano frente ao mesmo período de 2018 em número de redes: a capital federal Brasília (DF) e Recife (PE), Goiânia (GO), Salvador (BA) e Fortaleza (CE).

Confira a lista completa das 30 cidades do Brasil com maior crescimento em número de redes de franquias atuando nestes municípios nos primeiros semestres de 2019 e 2018:

Posição     
20192018EstadoMunicípio1° Sem 20181º Sem2019Variação
São PauloSão Paulo81393615%
Rio de JaneiroRio de Janeiro61670214%
São PauloCampinas48854411%
ParanáCuritiba45753216%
Distrito FederalBrasília47652310%
Minas GeraisBelo Horizonte43648411%
PernambucoRecife40945311%
GoiásGoiânia39044614%
BahiaSalvador4024368%
10º10ºCearáFortaleza36740210%
11º11ºRio Grande do SulPorto Alegre34839213%
12º12ºSão PauloRibeirão Preto34237911%
13º13ºSão PauloSanto André32836712%
14º14ºSão PauloSão José dos Campos31535111%
15º15ºSão PauloSão Bernardo do Campo31034812%
16º17ºSão PauloJundiaí30133812%
17º16ºMaranhãoSão Luís30333410%
18º18ºSanta CatarinaFlorianópolis29232812%
19º25ºSão PauloGuarulhos27732417%
20º20ºSão PauloSão José do Rio Preto28431712%
21º21ºSão PauloSorocaba28331311%
22º22ºMato Grosso do SulCampo Grande28231311%
23º24ºMinas GeraisUberlândia28030710%
24º23ºEspírito SantoVitória2813079%
25º19ºRio Grande do NorteNatal2913065%
26º26ºRio de JaneiroNiterói27430511%
27º33ºParanáLondrina25930217%
28º28ºParáBelém27130111%
29º32ºSão PauloSantos26430014%
30º29ºAmazonasManaus26929710%

Veja a relação completa dos 30 municípios com maior variação no número de redes atuando nestes municípios nos semestres pesquisados:

Posição     
20192018EstadoMunicípio1° Sem 20181º Sem2019Variação
25ºSão PauloGuarulhos27732417%
33ºParanáLondrina25930217%
ParanáCuritiba45753216%
São PauloSão Paulo81393615%
GoiásGoiânia39044614%
Rio de JaneiroRio de Janeiro61670214%
32ºSão PauloSantos26430014%
11ºRio Grande do SulPorto Alegre34839213%
18ºSanta CatarinaFlorianópolis29232812%
10º17ºSão PauloJundiaí30133812%
11º15ºSão PauloSão Bernardo do Campo31034812%
12º13ºSão PauloSanto André32836712%
13º20ºSão PauloSão José do Rio Preto28431712%
14ºSão PauloCampinas48854411%
15º14ºSão PauloSão José dos Campos31535111%
16º26ºRio de JaneiroNiterói27430511%
17º28ºParáBelém27130111%
18ºMinas GeraisBelo Horizonte43648411%
19º22ºMato Grosso do SulCampo Grande28231311%
20º12ºSão PauloRibeirão Preto34237911%
21ºPernambucoRecife40945311%
22º21ºSão PauloSorocaba28331311%
23º29ºAmazonasManaus26929710%
24º16ºMaranhãoSão Luís30333410%
25ºDistrito FederalBrasília47652310%
26º24ºMinas GeraisUberlândia28030710%
27º10ºCearáFortaleza36740210%
28º23ºEspírito SantoVitória2813079%
29ºBahiaSalvador4024368%
30º19ºRio Grande do SulNatal2913065%