fbpx

18 franquias home office para quem quer trabalhar de casa

Às vésperas da ABF Franchising Expo, conheça algumas opções que facilitam a vida do empreendedor que precisa de flexibilidade

Durante a crise econômica (2014-2016), as franquias home office, se tornaram uma excelente alternativa de diversificação para as redes de franquias. Elas atraem investidores que desejam iniciar sua vida como patrão por conta de seu baixo custo inicial.

Vale lembrar que as franquias home office são consideradas de baixo custo. Elas não exigirem capital para instalação e nem gastos com aluguéis e condomínios, já que o ponto comercial será a residência do franqueado.

De acordo com um levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF), 557 redes brasileiras operam com modelos de franquias de baixo custo, do qual as unidades home office fazem parte e, nos próximos anos, este número deve aumentar: 36% das redes que ainda não operam com modelos de microfranquia, por exemplo, afirmam ter interesse em desenvolver opções operacionais neste formato.

O investimento inicial médio em uma franquia do tipo varia entre R$ 44 mil e R$ 54 mil reais. Mas há opções mais baratas (veja galeria abaixo).

Para entender melhor como é determinado o valor de investimento inicial de uma franquia, a ABF adotou um padrão que determina que o investimento total para abertura de uma unidade franqueada é a soma dos seguintes itens:

—  Capital para instalação
— Taxa de franquia
— Capital de giro

Veja um exemplo do cálculo de investimento de uma franquia:

Valor Mínimo – R$Valor Máximo – R$
Capital para instalação2.00013.000
Taxa de franquia3.2003.000
Capital de giro2.0002.000
Investimento Total7.20018.000

Franchising no Brasil

No ano passado, ainda segundo a ABF, o setor de franquias faturou R$ 174 bilhões. Atualmente o franchising nacional responde por 2,4% de todo o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil e emprega aproximadamente 1,3 milhão de trabalhadores.

Na visão do ex-diretor de inteligência de mercado da entidade, Cláudio Tieghi, é comum que os resultados aconteçam de forma mais ágil em negócios de menor formato como este.

“Com um investimento mais baixo, é natural que o retorno seja mais rápido também, o que é ratificado pela pesquisa.

Logo, o investidor deve calibrar bem suas expectativas de rentabilidade”.

Dicas importantes

Investir na abertura de uma franquia home office não quer dizer que você terá menos trabalho. A dedicação ao negócio e a organização para seguir as normas da franqueadora serão fundamentais para o sucesso da empreitada.

A vantagem é que você faz isso tudo na sua própria casa, sem deslocamentos stressantes e com horário flexível.

É recomendável que você tenha todo o dinheiro necessário para a compra da sua franquia home office, evite financiamentos.

Se possível, guarde uma parte desse montante para usar como capital de giro nos primeiros meses de operação.Além disso, certifique-se de escolher um segmento de atuação ao qual você tenha afinidade.

Como o negócio tomará boa parte do seu tempo, é aconselhável que você tenha interesse pela área e busque o máximo de informações disponíveis sobre o mercado em questão.

Neste caso, faça uma lista com as franquias home office do seu interesse, converse com franqueados da marca e colete o máximo de informações possíveis para que não haja arrependimentos ou desacordos após a assinatura da Circular de Oferta de Franquia(COF).

Também não deixe de conferir essas 15 dúvidas sobre o contrato de franquia respondidas por advogados que preparamos para você saber como funciona a COF.

Perfil

As franquias home office são frequentemente apontadas por especialistas em franquias para investidores que buscam mudanças na sua rotina diária ou, ainda, a complementação da renda da família.

Segundo o expert em franchising e diretor da consultoria Franchise Solutions, Pedro Almeida, elas podem ser soluções para esses dois tipos de necessidades:

“Algumas pessoas que exercem atividades informais, mas tem tempo e quer complementar a renda. Esse tipo de perfil é bastante indicado para a compra desse tipo de franquia.

Ele pretende e pode usar parte desse tempo livre para exercer o novo negócio, que pode ser complementar a sua atual atividade ou algo que simplesmente que ele se identifique.  

Por vezes, o sujeito também pode estar insatisfeito com o trabalho e resolve mudar de vida ou ficar mais próximos dos entes queridos”.

Na visão de Almeida, a disciplina é um dos principais fatores para alcançar o sucesso nesses casos. Por isso, ele orienta:

“O fato de trabalhar em casa pode ser algo perigoso.

E nos dois sentidos. Pois por um lado você pode se desligar demais do trabalho, apagando incêndio de todos a sua volta.

E por outro, deverá saber a hora que deve começar a trabalhar e finalizar o dia.

É comum vermos alguns casos de franqueados que trabalham tanto que chegam a perder a noção do tempo, que perde a noção de tempo, o que não é muito saudável.

O importante mesmo é ter disciplina e equilíbrio.”

Segmentos

Assim como as franquias comuns, as franquias home officepossuem modelos de segmentação distintos.

É importante lembrar que, dependendo do segmento escolhido pelo investidor, ele terá de trabalhar boa parte do seu tempo na rua.

O especialista ressalta que grande parte das vendas, mesmo das franquias home office, acontecem fora do ambiente empresarial, que no caso é baseado na residência do franqueado.

“Muitas vezes a franquia é home office, porém, as vendas ou a prestação de serviço é feita fora de casa e é nesse sentido que muita gente desiste, por achar que só ficará trabalhando no escritório, esquecendo que em 70% do tempo ele vai operar ou vender um serviço/produto na rua, do portão para fora literalmente.”

Agora que você já sabe um pouquinho sobre as franquias home office, que tal conhecer 15 redes franqueadoras associadas à ABF e que oferecem esse tipo de negócio?

Confira na página abaixo: 
https://www.portaldofranchising.com.br/franquias/franquias-home-office/