fbpx

Ainda há espaço no mercado para investir em rede de ensino de idioma?

Escolas de idioma seguem alta de investimento em Educação. 

Os números das redes de franquias do segmento educativo expressam alta de um mercado necessitado de oportunidades e qualificação. 

Segundo especialistas, as vantagens em investir na área não param no fato do Brasil não falar inglês, como indicam os números da imagem acima. O mercado de ensino de idiomas tem bastante espaço para investimento e crescimento. Basta um olhar na educação regular do país. As redes pública e particular não atendem satisfatoriamente às necessidades reais de ensino e aprendizagem, quando o assunto é língua estrangeira, e essas instituições são naturais e potenciais parceiras, abrindo um leque de negócios para quem quer investir no segmento.

Como 97% das escolas particulares, além da totalidade da rede pública, não oferecem o ensino de inglês de modo diferenciado, com a devida profundidade e qualidade, cria-se uma grande oportunidade às escolas de ensino especializadas, que são a opção mais econômica e financeiramente viável ao aluno brasileiro, em qualquer faixa etária.

Por fim, não se podem descartar propostas de soluções diferenciadas e flexíveis, como, por exemplo, as de caráter híbridos – que unem ensino a distância e aulas presencias –, portanto mais uma razão para enxergar a longevidade das escolas especializadas.

O CNA, como centro das inovações de ensino, insere o idioma no cotidiano dos estudantes. As escolas da rede possuem uma metodologia educacional consagrada, aliada à plataforma CNA 360, que conta com professores online e recursos tecnológicos, como QR codes, realidade aumentada, aplicativos, jogos e conteúdo educativo nas redes sociais, enriquecendo a experiência e o aprendizado dos alunos.